Ninguém se preocupa em ter uma vida virtuosa, mas apenas com quanto tempo poderá viver. Todos podem viver bem, ninguém tem o poder de viver muito.

Sêneca

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Aécio Neves visita o Sertão da Paraíba nesta quinta-feira

rrrrrrEstá confirmado. Nesta quinta-feira (21), o senador Aécio Neves, candidato do PSDB à Presidência da República, visita à Paraíba pela primeira vez neste pleito eleitoral. A comitiva de Aécio será recepcionada pelo senador Cássio Cunha Lima, aspirante ao governo do Estado pela Coligação “A Vontade do Povo”, no início da noite, na cidade de Patos, no Sertão.

Ao lado do senador Cássio, Ruy Carneiro (candidato a vice) e Wilson Santiago, que pleiteia uma vaga de senador, o concorrente pela Coligação “Muda Brasil” inicia sua programação pela Paraíba com um grande comício no Centro de Pombal, a partir das 20h.
Logo depois, a comitiva segue à Patos onde, ao lado de várias lideranças políticas, finaliza a visita ao interior do Estado com outro comício, desta vez na Rua Antônio Félix, no Bairro da Vitória, na cidade Morada do Sol.

Recentemente, Cássio Cunha Lima anunciou uma série de compromissos que Aécio tem com a Paraíba caso seja eleito presidente nas eleições do dia 05 de outubro. Dentre eles, transformar a realidade do Estado através da instalação de uma montadora de automóveis, duplicar a BR-230 de Campina Grande até Cajazeiras e fechar o quadrilátero de rodovias duplicadas até Caruaru-PE.

A primeira visita de Aécio a Paraíba estava marcada para a última quarta-feira (13). No entanto, em respeito ao falecimento do presidenciável Eduardo Campos (PSB), toda a agenda foi cancelada.


Com ParaibaHoje

Candidato à Presidência Eymael realiza campanha em João Pessoa

José Maria Eymael
O candidato do PSDC a presidente da República, José Maria Eymael, fará campanha hoje em João Pessoa. Segundo o presidente estadual do partido na Paraíba, o vereador João Corujinha, Eymael chegará à Paraíba por volta de 13h. Será recebido por correligionários no Aeroporto Castro Pinto. Do aeroporto, onde concederá uma entrevista coletiva, Eymael seguirá para o Centro da Capital, onde será homenageado pela Câmara Municipal. Antes da solenidade na Câmara, Eymael almoçará com o presidente estadual do seu partido e outras lideranças políticas

Na Câmara, o candidato a presidente receberá o título de cidadão pessoense, uma propositura do vereador João Corujinha. Depois da solenidade, Eymael se reunirá com lideranças. No final da tarde, seguirá para uma caminhada no populoso bairro de Mangabeira, na zona sul da cidade. Segundo Corujinha, Eymael receberá título de cidadania pessoense pela importância dele no cenário político brasileiro e pelas ligações que tem com a Capital paraibana.

“É uma justa homenagem do Poder Legislativo da Paraíba a um homem que não se cansa de trabalhar no sentido de proporcionar melhores dias à sociedade brasileira, com propostas de desenvolvimento do País com justiça social”, comentou João Corujinha em relação ao candidato José Eymael. O candidato a presidente dorme em João Pessoa e seguirá amanhá para Recife.

 Com Jornal Correio da Paraíba.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

As aparências enganam; Para projetarem vigor físico e credibilidade aos eleitores, políticos se submetem a uma verdadeira funilaria visual

por Ullisses Campbell
 
A partir desta terça (19), começa a propaganda eleitoral gratuita na TV. O programa, que proporciona aos eleitores a possibilidade de conhecer melhor as propostas de cada um dos candidatos, expõe de maneira implacável — ainda mais em época de aparelhos de alta definição — a imagem dos políticos que querem o seu voto. Projetar vigor físico diante de milhões de telespectadores é requisito básico na cartilha dos concorrentes e dos respectivos marqueteiros. Para isso, os primeiros se submetem a uma verdadeira funilaria visual, que vai do corte de cabelo ao tratamento de pele com Botox, a toxina que puxa, estica e remoça.

A recauchutagem não fica só no campo da estética. O guarda-roupa, o tom de voz e a linguagem corporal são estudados minuciosamente.
 
Agnelo Queiroz e José Roberto Arruda em fotos jornalísticas e em imagens que compõem o material de campanha: cadê as rugas, papadas, olheiras, manchas e os dentes amarelados? (Fotos: Roberto Castro / Reprodução)
 
Os famosos “santinhos”, panfletos de divulgação, aparecem como o melhor exemplo do extreme makeover. Nas quatro imagens acima pode-se constatar a transformação realizada com o uso da tecnologia nas fotos de Agnelo Queiroz (PT) e José Roberto Arruda (PR), os líderes em intenções de voto na corrida ao governo do Distrito Federal. Na foto à esquerda de cada candidato, percebe-se a marcação implacável das câmeras jornalísticas, que revelam rugas, manchas na pele e dentes amarelados, sinais comuns da idade. Nas imagens tratadas, eles exibem rosto liso como bumbum de bebê e pele dourada como a do estilista italiano Giorgio Armani.
 
A reportagem levou fotos e vídeos — antigos e novos — dos dois principais postulantes ao Palácio do Buriti a dez especialistas em estética e imagem pessoal. Além de identificarem os recursos empregados pelos dois políticos, esses profissionais apontaram erros, acertos e estratégias que poderiam ser adotadas por ambos nessa disputa de aparências.

Na 1ª pesquisa após a morte de Campos Dilma tem 36%, Marina, 21%, e Aécio, 20%, segundo Datafolha

Pesquisa feita pelo Datafolha para o jornal "Folha de S.Paulo" divulgada na edição desta segunda-feira (18) mostra Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto para presidente, seguida de Marina Silva (PSB), com 21%, e Aécio Neves (PSDB), com 20%.

É a primeira pesquisa que inclui um cenário em que a ex-senadora Marina Silva é o possível nome do PSB no lugar do ex-governador Eduardo Campos, que morreu na quarta-feira (13), em um acidente de avião. O PSB ainda não definiu se Marina será a candidata substituta, mas lideranças dão a escolha como certa. No levantamento anterior do Datafolha, realizado nos dias 15 e 16 de julho e divulgado no dia 17, Dilma tinha 36%, Aécio, 20%, e Eduardo Campos, 8%. O percentual de entrevistados que disseram não saber em quem votar ou que não responderam foi de 14% em julho e agora atingiu 9%. Brancos e nulos eram 13%; agora são 8%. O quarto colocado na pesquisa, pastor Everaldo (PSC), aparece com 3% das intenções de voto; no levantamento anterior, tinha os mesmos 3%.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Veja a relação dos políticos que tiveram a candidatura contestada por promotores em todo o país. Alguns tiveram o registro liberado pelo TRE, outros já foram barrados. Mas nos dois casos cabe recurso

Foto/Crédito:Edson Sardinha e Hícaro Teixeira
O Congresso em Foco publica abaixo a relação atualizada dos quase 400 políticos que tiveram a candidatura contestada pelo Ministério Público Eleitoral em seus estados com base na Lei da Ficha Limpa, que impede o registro de candidatos que tenham, por exemplo, condenação criminal em órgão colegiado. A relação inclui agora representantes dos 26 estados e do Distrito Federal. Na semana passada, o site havia publicado a lista dos impugnados no Distrito Federal e 17 estados. De lá para cá, foram obtidos dados dos demais estados, à exceção de Alagoas. Os principais motivos das contestações são rejeições de contas em administrações anteriores e condenações criminais ou por improbidade administrativa.


Os candidatos ameaçados pela Ficha Limpa podem ser divididos em dois grupos: aqueles que já foram barrados, nos últimos dias, pelo respectivo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e aqueles que tiveram o registro de candidatura confirmada pelo TRE, que negou o pedido dos procuradores eleitorais. Nas duas situações, porém, há possibilidade de recurso, tanto por parte do candidato considerado “ficha-suja” quanto pelo Ministério Público Eleitoral, que podem pedir a reforma da decisão desfavorável.

No primeiro caso se encontram, entre outros, o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR), que lidera as pesquisas de intenção de voto para voltar ao Palácio do Buriti, e sua aliada Jaqueline Roriz (PMN), deputada federal que busca a reeleição. Barrados esta semana pelo TRE-DF por terem sido condenados por improbidade administrativa pelo Tribunal de Justiça local, os dois recorrem da decisão e podem continuar a campanha normalmente. Mas há também quem desistiu, como o deputado João Pizzolatti (PP-SC), que concorria à reeleição. Após ser impedido de concorrer, ele optou por não recorrer, sair da disputa e indicar seu filho, que pedirá votos com o seu mesmo número e nome de candidato: Pizzolatti.

Entre os que obtiveram vitória na Justiça eleitoral, está o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB). Na semana passada, o TRE-PB negou a contestação feita pelos procuradores eleitorais. A defesa do ex-governador paraibano, que tenta voltar ao cargo, alegou que ele já cumpriu o prazo de inelegibilidade previsto na Ficha Limpa. Ele havia sido enquadrado na lei por causa de uma condenação por abuso do poder político e econômico, em 2006, que lhe custou a perda do mandato de governador. O Ministério Público Eleitoral da Paraíba recorre da decisão do TRE.

Clique para ver os nomes contestados pelo Ministério Público Eleitoral, por estado:

Na Justiça
A disputa entre candidatos e Ministério Público tende a parar nos tribunais superiores. Rejeitar a candidatura não tira o político da corrida eleitoral e permite que ele siga com a campanha até a votação caso não tenham se esgotado todas as possibilidades de recurso. Na relação acima, também há casos que ainda aguardam julgamento no TRE. Essa é a situação de figuras conhecidas da política nacional, como o ex-prefeito do Rio César Maia (DEM), que concorre ao Senado, e do ex-prefeito Paulo Maluf (PP-SP), candidato à reeleição para a Câmara dos Deputados. Ambos são contestados pelo Ministério Público Eleitoral em razão de condenações que tiveram por órgãos colegiados.

O levantamento do Congresso em Foco considera apenas os casos de contestação com base na Ficha Limpa feita pelas procuradorias regionais eleitorais. A Justiça eleitoral também examina impugnações apresentadas por eleitores, candidatos e coligações adversárias dos candidatos.

Cassação
Além da rejeição de contas em gestões anteriores e das condenações criminais ou por improbidade administrativa, há outro motivo comum entre os pedidos feitos pelos procuradores aos tribunais regionais eleitorais, responsáveis pelo julgamento dos processos. São os casos de políticos que foram cassados ou que renunciaram ao mandato que exerciam na tentativa de escapar da cassação.

A partir do momento em que são contestados pela Procuradoria Eleitoral, os candidatos têm sete dias para apresentarem suas defesas. Cabe à Justiça Eleitoral examinar os pedidos e decidir pelo manutenção (“deferimento”, no jargão jurídico) ou não (“indeferimento”) dos registros de candidatura. Não há como precisar quantos casos já foram julgados pelos TREs até agora.

De acordo com a Lei da Ficha Limpa, ficam inelegíveis os candidatos que tiverem suas contas rejeitadas por ato intencional (ou “doloso”) de improbidade administrativa quando exerciam cargos ou funções públicas, ou que foram condenados por determinados crimes em órgãos colegiados. No caso das contas, é necessária a comprovação de que a irregularidade seja incorrigível, ou “insanável” e que e o ato ilegal seja considerado como improbidade administrativa. A palavra final será da Justiça eleitoral. Mas o caso pode parar até no Supremo Tribunal Federal (STF).

Mais sobre a Ficha Limpa


OBlogdePianco com CongressoemFoco

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Médico é preso com arma de uso exclusivo das Forças Armadas no Sertão da Paraíba

Material apreendido na ação policial
Um médico da cidade de Cajazeiras foi preso, após denúncia anônima, na madrugada desta quinta-feira (14), no município de São José de Piranhas, a 503 km de João Pessoa. Ele é suspeito de porte ilegal de arma de fogo e munições.

Segundo informações da Polícia Militar, o profissional da medicina se encontrava em uma caminhonete Chevrolet S10 de cor prata. Dentro do veículo, a PM apreendeu um rifle de uso exclusivo das forças armadas e cinco munições.

Ao procederem com uma revista no carro, os policiais também encontraram um revólver calibre 38 e 97 munições de armas de calibres 25, 38 e 44, além de um cachimbo.

O acusado foi direcionado à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Cajazeiras, onde ficou à disposição do delegado plantonista para ser autuado por porte ilegal de armas. A polícia informou que o detido pagou fiança e foi liberado.

Com Portal Correio

PSB pode substituir candidatura de Eduardo Campos pela de Marina Silva

Marina Silva pode substituir Eduardo Campos na disputa eleitoral de 2014
De acordo com a Justiça Eleitoral, o
Pelas regras eleitorais, não é obrigatório que o novo candidato seja a vice Marina Silva. O partido pode escolher qualquer pessoa filiada ao partido, de acordo com os requisitos de elegibilidade. A escolha do substituto, segundo o TSE, será feita de acordo com as normas estabelecidas no estatuto do partido político a qual pertence o substituído. O requerimento deve ser feito até 20 dias antes do pleito.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), art. 61. "é facultado ao partido político ou à coligação substituir candidato que tiver seu registro indeferido, inclusive por inelegibilidade, cancelado ou cassado, ou, ainda, que renunciar ou falecer após o termo final do prazo do registro (Lei nº 9.504/97, art. 13, caput; LC nº 64/90, art. 17; Código Eleitoral, art. 101, § 1º)".

Morte de Eduardo Campos
O candidato do PSB à presidência da República, Eduardo Campos, estava à bordo do avião que caiu em São Paulo na manhã desta quarta-feira, 13. Campos não sobreviveu ao acidente.
 
Confira o que estabelece a Justiça Eleitoral:
CAPÍTULO VII

DA SUBSTITUIÇÃO DE CANDIDATOS E DO CANCELAMENTO DE REGISTRO

Art. 60. O partido político poderá requerer, até a data da eleição, o cancelamento do registro do candidato que dele for expulso, em processo no qual seja assegurada a ampla defesa, com observância das normas estatutárias (Lei nº 9.504/97, art. 14).

Art. 61. É facultado ao partido político ou à coligação substituir candidato que tiver seu registro indeferido, inclusive por inelegibilidade, cancelado ou cassado, ou, ainda, que renunciar ou falecer após o termo final do prazo do registro (Lei nº 9.504/97, art. 13, caput; LC nº 64/90, art. 17; Código Eleitoral, art. 101, § 1º).

§ 1º A escolha do substituto será feita na forma estabelecida no estatuto do partido político a que pertencer o substituído, devendo o pedido de registro ser requerido até 10 dias contados do fato ou da notificação do partido da decisão judicial que deu origem à substituição (Lei nº 9.504/97, art. 13, § 1º).

§ 2º A substituição poderá ser requerida até 20 dias antes do pleito, exceto no caso de falecimento, quando poderá ser solicitada mesmo após esse prazo, observado em qualquer hipótese o prazo previsto no parágrafo anterior.

§ 3º Nas eleições majoritárias, se o candidato for de coligação, a substituição deverá ser feita por decisão da maioria absoluta dos órgãos executivos de direção dos partidos políticos coligados, podendo o substituto ser filiado a qualquer partido dela integrante, desde que o partido político ao qual pertencia o substituído renuncie ao direito de preferência (Lei nº 9.504/97, art. 13, § 2º).

§ 4º Se ocorrer a substituição de candidatos a cargo majoritário após a geração das tabelas para elaboração da lista de candidatos e preparação das urnas, o substituto concorrerá com o nome, o número e, na urna eletrônica, com a fotografia do substituído, computando-se àquele os votos a este atribuídos.

§ 5º Na hipótese de substituição, caberá ao partido político e/ou coligação do substituto dar ampla divulgação ao fato para esclarecimento do eleitorado, sem prejuízo da divulgação também por outros candidatos, partidos políticos e/ou coligações e, ainda, pela Justiça Eleitoral, inclusive nas próprias Seções Eleitorais, quando determinado ou autorizado pela autoridade eleitoral competente.

§ 6º Nas eleições proporcionais, a substituição só se efetivará se o novo pedido for apresentado até o dia 6 de agosto de 2014, observado o prazo previsto no § 1º deste artigo (Lei nº 9.504/97, art. 13, § 3º; Código Eleitoral, art. 101, § 1º).

§ 7º Não será admitido o pedido de substituição de candidatos às eleições proporcionais quando não forem respeitados os limites mínimo e máximo das candidaturas de cada sexo previstos no § 5º do art. 19 desta resolução.

§ 8º O ato de renúncia, datado e assinado, deverá ser expresso em documento com firma reconhecida por tabelião ou por duas testemunhas, e o prazo para substituição será contado da publicação da decisão que a homologar.

§ 9° A renúncia ao registro de candidatura, homologada por decisão judicial, impede que o candidato renunciante volte a concorrer para o mesmo cargo na mesma eleição.

Art. 62. O pedido de registro de substituto, assim como o de novos candidatos, deverá ser apresentado por meio do Requerimento de Registro de Candidatura (RRC), contendo as informações e documentos previstos nos arts. 26 e 27 desta resolução, dispensada a apresentação daqueles já existentes nas respectivas Secretarias, certificando-se a sua existência em cada um dos pedidos.

Art. 63. Os Tribunais Eleitorais deverão, de ofício, cancelar automaticamente o registro de candidato que venha a falecer, quando tiverem conhecimento do fato, cuja veracidade deverá ser comprovada. 

Redação O POVO Online

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Morte de Campos choca Brasil e muda sucessão

: O desaparecimento abrupto, aos 49 anos, do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos suspendeu, no instante do acidente aéreo em Santos, na manhã desta quarta-feira 13, a respiração do País; jato fretado que levava o candidato do PSB à Presidência da República tinha sete ocupantes, cinco passageiros e dois pilotos; autoridades e políticos se dirigem ao local do acidente; presidente Dilma Rousseff suspende agenda de todo o dia e prepara pronunciamento à Nação; Campos estava animado com momento de sua campanha; agora, responsabilidade deve recair sobre os ombros da vice Marina Silva; luto em todos os setores da vida nacional.


Aécio Neves visitaria a Paraíba nesta quarta feira; visita foi adiada depois da notícia do acidente que vitimou Eduardo Campos

Reprodução
O candidato a presidente pela coligação Muda Brasil, Aécio Neves (PSDB/Foto), visitaria nesta quarta-feira (13), os municípios de Santa Luzia, Patos e Pombal. Ele participaria de comícios nas cidades, ao lado do senador Cássio Cunha Lima, candidato ao governo do Estado pelo PSDB. Aécio estaria na Paraíba para fazer campanha para o colega tucano. O candidato a presidente da República pelo PSDB tinha chegada na Paraíba prevista para às 18h desta quarta. Diante do ocorrido com o candidato Eduardo Campos (PSB), Aécio, que estava no Rio Grande do Norte, resolveu seguir para São Paulo (Santos) onde ocorreu o acidente.

A Agenda de Aécio na Paraíba estava composta da seguinte maneira:
Em Santa Luzia, o ato político aconteceria às 19h30, na Rua Epitácio Pessoa, em frente à praça Alcindo Leite. Em Patos, o evento seria às 20h30, na rua Antônio Félix. Já em Pombal, o comício ocorreria às 22h, na praça Getúlio Vargas.

Ele falou aos jornalistas, na tarde de ontem, que  “É com muita alegria que volto a Paraíba. Tenho dito sempre que, na nossa plataforma, ou nas propostas que vamos estar discutindo e apresentando aos brasileiros, todas elas se iniciarão com um capítulo para o Nordeste brasileiro”, disse Aécio Neves. 


Com OBlogdePianco

TRE nega registro de candidatura do ex-governador José Roberto Arruda (PR); Pedido de cassação do registro do representante do PR foi analisado pelo tribunal nesta terça-feira (12/8)


O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) negou o registro de candidatura de DF José Roberto Arruda (PR). O julgamento que tratou sobre o caso do ex-governador começou só depois das 21h30 de hoje. Ele ainda pode recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Por cinco votos a dois, Arruda foi impugnado. Condenado por improbidade administrativa, Arruda tenta tenta retornar ao poder depois de uma crise que o tirou do Palácio do Buriti. Ele lidera as pesquisas de intenções de votos, mas por enquanto está impedido de concorrer ao Governo do DF.
Para o Ministério Público Eleitoral, Arruda é ficha suja e está inelegível. A acusação é de que Arruda liderou um esquema de compra de apoio político para a eleição de 2006.

 
 
 
 
Com informações de Arthur Paganini.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

G1 não conseguiu contato com líderes; eles pedem reunião com presidente.

Do G1 DF

Reprodução
Um grupo ligado a Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Fetraf-DF) ocupou o prédio do Incra, no Setor Bancário Norte, em Brasília, na madrugada desta terça-feira (12), e acabou quebrando uma vidraça, informou a Polícia Militar. A corporação estima que 50 pessoas estejam no local. Eles pedem uma audiência com o presidente do órgão.

Segundo o Incra, os servidores foram impedidos de entrar no prédio. O órgão informou que a pauta é local e será negociada no âmbito da Superintendência Regional do Incra DF e Entorno, na condição de que os manifestantes desocupem o prédio.

O G1 não conseguiu contato com os líderes do grupo. A PM disse que, apesar do incidente com a vidraça, o ato é pacífico. Não há informações sobre feridos ou detidos no ato. A Polícia Militar havia informado inicialmente que os manifestantes eram ligados ao Movimento Sem Terra (MST).

Indenização
A Justiça Federal de Brasília condenou o MTST e quatro integrantes da entidade a pagar indenização de R$ 28,5 mil à União por danos decorrentes de invasão ao prédio do Incra, ocorrida em maio de 2000.

A ação foi protocolada dias após o episódio, e a indenização foi determinada 14 anos depois. A decisão é de abril deste ano, foi publicada em maio e divulgada nesta quinta-feira (17) pela Advocacia-Geral da União (AGU). Na época, o movimento informou, por meio da assessoria, que ainda não foi notificado da decisão.

De acordo com o processo, cerca de 450 pessoas do movimento invadiram as dependências da superintendência do Incra no DF "sem qualquer motivo justificado". A União entrou com pedido de reintegração de posse e obteve decisão favorável. Na ocasião, o pedido de condenação por perdas e danos foi negado em liminar (decisão provisória).

O Incra identificou danos financeiros de R$ 24,6 mil referentes aos dias parados dos trabalhadores, além de "danos em utensílios e materiais de trabalho, [...] inclusive com arrombamento de armários", cujos valores de conserto foram orçados entre R$ 1,05 mil e R$ 1,8 mil. O Incra também pediu indenização no valor de R$ 3,9 mil de "aluguel" referente aos dias em que o prédio ficou ocupado pelo movimento.

Para o instituto, "a paralisação dos serviços públicos gerou prejuízos ao erário".

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Loterias acumuladas sorteiam mais de R$ 56 milhões nesta semana



Loterias acumuladas sorteiam mais de R$ 56 milhões nesta semana
Imagens da Internet


A segunda loteria com o maior prêmio é a Timemania, que pode pagar R$ 9,8 milhões ao jogador que acertar os sete números sorteados. Em seguida esta a Lotofácil, com prêmio que chega a R$ 4,5 milhões, a Quina, com R$ 2,8 milhões, a Dupla-Sena, com R$ 2,3 milhões, e a Lotomania com R$ 2,2 milhões.

Juntas elas acumulam mais de R$ 56 milhões a ser pagos essa semana. Confira as datas e concursos de cada uma das loterias:

Lotofácil (11/8), concurso 1093

Quina (11/8), concurso 3558

Timemania (12/8), concurso 612

Dupla-Sena (12/8), concurso 1306

Mega-Sena (13/8), concurso 1626

Lotomania (13/8), concurso 1477

TRE julga hoje aliança entre PMDB/PT, registro de candidatura de Vital, Maranhão e de 66 deputados

TRE julga hoje aliança entre PMDB/PT, registro de candidatura de Vital, Maranhão e de 66 deputados
Nesta segunda-feira (11), Dia do Jurista, o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) realiza sessão extraordinária para julgar requerimentos de registros de candidaturas que ainda estão em diligências solicitadas pela relatoria.

Pretendendo limpar a pauta nesta segunda, a Corte pretende julgar 84 processos, dentre eles os registros de candidatura dos candidatos do PMDB, sendo ao governo do estado, Vital do Rego Filho, do vice-governador, Roberto Paulino e o registro da candidatura ao Senado do ex-governador José Maranhão.

Também estão em pauta 13 candidaturas para deputado estadual e 53 de federal, sendo a maioria delas do PMDB. Outro ponto que deve entrar em discussão é a coligação do PMDB e PT.

Quadrilha junina da "Elzir Matos" completa 10 anos



A Quadrilha Junina "Arraiá da Elzir Matos", completou 10 (dez) anos de existência neste ano de 2014 e durante os dias 08 (Sexta-feira) e 09 (Sábado), fez apresentações no centro da Rua Elzir Matos, na cidade de Piancó. Com o apoio da Prefeitura Municipal e do comércio local, a festa chamou atenção de toda comunidade, trazendo para o meio da rua centenas de pessoa, entre populares e autoridades, políticas e do meio cultural. Segundo Juberlandio Lopes (O Gordo), a realização da festa foi uma das melhores, mesmo com as dificuldades de sempre. Apresentaram-se para o público presente, Quadrilhas Juninas e Bandas de Música. Os convidados que compuseram a Mesa, receberam brindes com lembranças. Os dois principais membros das Quadrilhas apresentadas que, na avaliação dos jurados se saíram melhor, receberam prêmios.
 
 
Antonio Cabral (DRT-PB 3085)

sábado, 9 de agosto de 2014

Mega-Sena pode pagar R$ 28 milhões neste sábado

G1
Mega-Sena pode pagar R$ 28 milhões neste sábado 
O concurso 1.625 da Mega-Sena, que será realizado neste sábado (9), pode pagar R$ 28 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas.

O sorteio será realizado em Urussanga (SC), a partir das 20h (de Brasília). As apostas, que tem valor mínimo de R$ 2,50, podem ser feitas até as 19h (de Brasília), em qualquer lotérica do país.

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), com o valor do prêmio deste sábado, o ganhador poderá comprar uma frota de 56 limousines ou 23 imóveis no valor de R$ 1,2 mihões cada. Se quiser investir, aplicando o prêmio de R$ 28 milhões na poupança, poderá receber mensalmente cerca de R$ 169,6 mil, o equivalente a R$ 5,6 mil por dia.

Na semana do Dia dos Pais, a Caixa realiza três sorteios da Mega-Sena. O primeiro foi feito na terça-feira (5), e além do concurso desta quinta-feira (7), o terceiro vai ocorrer neste sábado (9). Normalmente, os sorteios acontecem às quartas-feiras e sábados.

Confira o calendário eleitoral deste mês de agosto

De acordo com calendário  do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições do ano que vem, quando serão escolhidos presidente, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais, o mês de agosto  tem início a uma série da atividades, a exemplo da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, dia 19.
Confira o calendário eleitoral deste mês de agostoNeste mês também se encerra o prazo  em que todos os pedidos de registro de candidatos a governador, vice-governador, senador, suplentes e deputados federais, estaduais e distritais deverão estar julgados pelos Tribunais Regionais e publicadas as respectivas decisões
Confira o que reserva no calendário eleitoral deste mês:

AGOSTO - SÁBADO, 9.8.2014


  1. Último dia para os partidos políticos reclamarem da designação da localização das Mesas Receptoras para o primeiro e eventual segundo turnos de votação, observado o prazo de 3 dias, contados da publicação (Código Eleitoral, art. 135, § 7º).

AGOSTO - SEGUNDA-FEIRA, 11.8.2014


  1. Último dia para os partidos políticos reclamarem da nomeação dos membros das Mesas Receptoras, observado o prazo de 5 dias, contados da nomeação (Lei nº 9.504/97, art. 63, caput).
  2. Último dia para os membros das Mesas Receptoras recusarem a nomeação, observado o prazo de 5 dias da nomeação (Código Eleitoral, art. 120, § 4º).

AGOSTO - TERÇA-FEIRA, 12.8.2014


  1. Último dia para os Tribunais Eleitorais realizarem sorteio para a escolha da ordem de veiculação da propaganda de cada partido político ou coligação no primeiro dia do horário eleitoral gratuito (Lei nº 9.504/97, art. 50).

AGOSTO - QUARTA-FEIRA, 13.8.2014


  1. Último dia para o Juízo Eleitoral decidir sobre as recusas e reclamações contra a nomeação dos membros das Mesas Receptoras, observado o prazo de 48 horas da respectiva apresentação (Lei nº 9.504/97, art. 63, caput).

AGOSTO - SÁBADO, 16.8.2014

(50 dias antes)
  1. Último dia para os partidos políticos recorrerem da decisão do Juiz Eleitoral sobre a nomeação dos membros da Mesa Receptora, observado o prazo de 3 dias, contados da publicação da decisão (Lei nº 9.504/97, art. 63, § 1º).
  2. Último dia para os responsáveis por todas as repartições, órgãos e unidades do serviço público oficiarem ao Juízo Eleitoral, informando o número, a espécie e a lotação dos veículos e embarcações de que dispõem para o primeiro e eventual segundo turnos de votação (Lei nº 6.091/74, art. 3º).

AGOSTO - TERÇA-FEIRA, 19.8.2014


  1. Início do período da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão (Lei nº 9.504/97, art. 47, caput).
  2. Último dia para os Tribunais Regionais Eleitorais decidirem sobre os recursos interpostos contra a nomeação dos membros das Mesas Receptoras, observado o prazo de 3 dias da chegada do recurso no Tribunal (Lei nº 9.504/97, art. 63, § 1º).

AGOSTO - QUINTA-FEIRA, 21.8.2014

(45 dias antes)
  1. Data em que todos os pedidos de registro de candidatos a governador, vice-governador, senador, suplentes e deputados federais, estaduais e distritais deverão estar julgados pelos Tribunais Regionais e publicadas as respectivas decisões (Lei nº 9.504/97, art. 16, § 1º).
  2. Data em que todos os pedidos de registro de candidatos a presidente e vice-presidente da República deverão estar julgados pelo Tribunal Superior Eleitoral e publicadas as respectivas decisões (Lei nº 9.504/97, art. 16, § 1º).
  3. Último dia para o eleitor que estiver ausente do seu domicílio eleitoral, em primeiro e/ou segundo turnos das eleições 2014, requerer sua habilitação para votar em trânsito para Presidente e Vice-Presidente da República, com a indicação da capital do Estado onde estará presente, de passagem ou em deslocamento (Código Eleitoral, art. 233-A).

AGOSTO - TERÇA-FEIRA, 26.8.2014

(40 dias antes)
  1. Último dia para os diretórios regionais dos partidos políticos indicarem integrantes da Comissão Especial de Transporte e Alimentação para o primeiro e eventual segundo turnos de votação (Lei nº 6.091/74, art. 15).

AGOSTO - QUINTA-FEIRA, 28.8.2014


  1. Data a partir da qual os partidos políticos, os comitês financeiros e os candidatos poderão enviar à Justiça Eleitoral o segundo relatório discriminado dos recursos em dinheiro ou estimáveis em dinheiro que tenham recebido para financiamento da campanha eleitoral e dos gastos que realizarem, para cumprimento do disposto no art. 28, § 4°, da Lei nº 9.504/97.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Dilma tem 38%, Aécio, 23%, e Campos, 9%, diz pesquisa Ibope

Presidente Dilma (PT) segue liderando as pesquisas
Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (7) indica estabilidade nas intenções de voto para presidente da República em relação ao levantamento anterior, segundo o instituto. A presidente Dilma Rousseff (PT) aparece com 38% das intenções de voto, mesmo percentual registrado em julho; Aécio Neves (PSDB) registrou 23% (em julho, tinha 22%); e Eduardo Campos (PSB) tem 9% (na pesquisa anterior, eram 8%).

Somados, todos os dez adversários de Dilma na eleição deste ano acumulam 38%, mesmo percentual da presidente. Para um candidato conseguir vencer a eleição no primeiro turno, precisa ter mais votos que a soma de todos os rivais. Por isso, segundo o Ibope, não é possível afirmar se haverá segundo turno ou se a eleição será decidida no primeiro turno.

Encomendada pela TV Globo, a pesquisa ouviu 2.506 eleitores entre os últimos domingo (3) e quarta-feira (6) em 175 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos (isso significa que a intenção de voto em um candidato com 10%, por exemplo, pode oscilar entre 8% e 12%).

Confira abaixo os números do Ibope, segundo a modalidade estimulada da pesquisa (na qual os nomes de todos os candidatos são apresentados ao eleitor). Os candidatos indicados com 0% são os que obtiveram menos de 1% das intenções de voto.

Ex-prefeita Flávia oficializa seu apoio a candidatura de Cássio Cunha Lima

Terminou agora a pouco a reunião na cidade de Campina Grande entre a prefeita Flávia Galdino e Cássio Cunha Lima. O teor da conversa era a decisão da ex-prefeita - que deixou o PSB recentemente - em caminhar junto com o projeto político da  Coligação A Vontade do Povo (PRB - PP - PTB - PSC - PR - PPS - PSDC - PTN - PMN - PSDB - PEN - PSD - PT do B - SDD), que tem como candidatos Cássio Cunha Lima, governador; Ruy Carneiro, Vice; Wilson Santiago, Senador e os deputados que compõem a chapa da ex-prefeita, Manoel Júnior (PMDB), federal e Tovar Correia (PSDB), estadual. Na ocasião se encontravam na residência da prefeita, Romero Rodrigues (prefeito de Campina Grande), além de Cássio e da ex-prefeita de Piancó Flávia; o candidato a senador Wilson Santiago, o candidato a deputado estadual Tovar Correia, Antonio Dantas (PSDC), vereadores Neguinho Marinheiro (PSD) e Hermógenes (PTN), a vereador Peta Cabral (PSB), Edgar Valdevino, Neguinha Tomaz, ex-candidata a prefeita em 2012; o suplente de vereador Neves Badé (PV), ex-vereadores Jota Estevam, Antonio Leite, o suplente Chico Banga, Chico Jó e Daniel Galdino; todos em seguida se dirigiram para um jantar no Restaurante campinense Tábua de Carne, para comemorar a decisão do grupo que até então estava apoiando o projeto político de reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB).

A ex-prefeita falou com exclusividade para OBlogdePianco, por volta das 20:00h desta quinta-feira, via celular, e explicou os motivos que a levaram e todo o seu grupo, a tomar essa decisão:  compromissos que não foram atendidos.

Com relação aos cargos que hoje pertencem ao governo do Estado, a ex-prefeita disse que cabe ao governador decidir o que fazer com eles (Hospital, 7ª GRS, Hemonúcleo, Escolas Estaduais, Interpa, etc). 

Flávia disse, ao finalizar, que Cássio e a família Cunha Lima, sempre fizeram parte da sua vida, desde a época de juventude quando ainda eram estudantes em Campina Grande.

Com relação ao ex-prefeito Edvaldo Leite de Caldas que representa o PSDB em Piancó a ex-prefeita disse que não há arestas entre ambos e ela será mais um soldado na campanha de Cássio e quem vai coordenar a campanha do tucano em Piancó será o povo.

A ex-prefeita confirmou sua presença neste sábado (08) na festa do Arraiá da Elzir Matos, e virá com várias lideranças para apresentar-se ao povo de Piancó e mostrar os novos aliados para aqueles que seguem as orientações da ex-gestora.

"Não há querelas ou mau estar", finalizou.


Com OBlogdePianco

Motociclista em alta velocidade atropela estudante próximo a Escola Luciano Freire de Farias em Piancó; a adolescente passa bem mas a família da vítima foi ameaçada pelo motociclista

Reprodução/Escola Luciano F. de Farias
Com um grande fluxo de alunos e sendo a escola maior em número de estudantes no Município, a Escola Luciano Freira de Farias fica localizado à Rua Virgílio Silva, próximo a uma Unidade Básica de Saúde e o Grupamento da Polícia Militar. O grande número de alunos que circulam naquele local em período de aulas, nos três turnos, é preocupante já que muitos jovens saem para a rua quando finalizam as aulas e todos seguem destino às suas residência. Mesmo tomando todos os cuidados, tanto da parte dos que trabalham na referida escola, quanto aos alunos, todos estão sujeitos a motoristas e motociclistas irresponsáveis que não respeitam aquele espaço público, o qual carece de uma boa sinalização, se for possível até um redutor de velocidade. E foi num desses momentos de muita movimentação que um motociclista, de forma irresponsável, passou em alta velocidade pelo local na tarde desta quinta-feira (7), por volta das 16:30h e atropelou uma estudante adolescente que, por milagre, teve apenas escoriações leves. O fato chamou a atenção de todos, inclusive de funcionários da escola, pela falta de respeito do motociclista, que se suspeita, estava supostamente embriagado e, há suspeitas de que não é habilitado e a moto está atrasada, fatos que precisam ser apurados. A placa da moto foi anotada e trata-se  de uma Honda/CG 150 Titan Mix K, de Placa MOV 8424 (Patos), ano 2010, de cor vermelha (Foto).

O que irritou os pais da adolescente vítima do motociclista irresponsável, foi que, logo após o ocorrido, o mesmo teve o descaramento de procurar os pais da adolescente e quis se aproveitar da situação, dizendo que o acidente, provocado por irresponsabilidade dele, havia danificado sua moto, uma Honda 125 de cor vermelha e placa não identificada. O mesmo queria dinheiro para fazer o conserto da moto! Revoltada com a situação, a mãe da adolescente abalroada disse que era muita cara de pau: depois de quase matar sua filha, ainda teve o descaramento de ir até a casa dos pais para tentar tirar proveito da situação. Revoltado, o motociclista identificado pela alcunha de  Novinho, ainda fez ameaças  que foram testemunhadas por vizinhos -, dizendo que dá próxima vez vai passar por cima da adolescente se ela estiver no meio da rua. Sabendo do fato, o pai da jovem não teve dúvidas... Procurou a delegacia de Polícia local e fez um Boletim de Ocorrência, pedindo que o infrator-ameaçador, fosse responsabilizado criminalmente pela ameaça de morte contra a adolescente. 

A jovem agora está com medo de ir à escola sozinha, pois além de sofrer o acidente, ouviu as ameaças do motociclista.

Os pais da jovem, além de registrar queixa na delegacia, buscará apoio do Conselho Tutelar para tomar providências contra o condutor da moto que quase vitimou a adolescente.

Os estudantes estão com medo e os pais já tentam organizar uma campanha para pedir sinalização naquele trecho onde se concentra grande número de estudantes.

 
 
Com OBlogdePianco

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

TJDF condena banco por dar cartão de crédito com limite de R$ 1 a cliente

Isabella Formiga Do G1 DF
Bárbara Alves com o cachorro Bruce (Foto: Bárbara Alves/Arquivo Pessoal)
Bárbara Alves com o cachorro Bruce
(Foto: Bárbara Alves/Arquivo Pessoal)
 
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal condenou o Banco do Brasil a indenizar em R$ 800 uma jovem de 21 anos que recebeu um cartão de crédito com limite de R$ 1. A decisão é em segunda instância e não cabe mais recurso. O G1 procurou o banco mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem. À Justiça, o banco alegou que "não houve ato ilícito" e negou que tenha disponibilizado apenas R$ 1 de limite.

A estudante Bárbara Alves, moradora do Areal, perto de Águas Claras, diz que tentou fazer a primeira compra com o cartão quando foi buscar o cachorro doente em uma clínica veterinária. Foram três tentativas de pagar R$ 200, mas a transação não foi autorizada.

"Tive que deixar ele no pet shop e voltar para casa. Minha mãe então me deu o dinheiro e voltei depois para buscar ele", diz. "A gente fica com vergonha. Se não tivesse [a mãe para ajudar], o cachorro teria que ficar lá e seria mais contrangedor."

A jovem conta que já havia desbloqueado o cartão e que, depois de deixar o cão em casa, foi até o banco tirar o extrato para descobir qual era o problema. Foi então que ela viu que o limite do cartão era de apenas R$ 1.